sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

Major agride comandante da PM em “pelada” e tem prisão decretada

O secretário de Estado de Segurança Pública (SSP), Aluísio Mendes, informou há pouco que está determinada a prisão do major Brandão, que teria agredido fisicamente o comandante-geral da Polícia Militar, coronel Franklin Pacheco, durante uma partida de futebol, hoje pela manhã, dentro do quartel.
Um Inquérito Policial Militar (IPM) foi instaurado e o oficial agressor já é considerado foragido. Ele deve se apresentar espontaneamente assim que estiver livre do flagrante, o que ocorre amanhã (14), por volta de meio-dia.
A "refrega" entre o comandante e o major aconteceu numa dividida de bola. Houve um esbarrão e Franklin empurrou Brandão, que desferiu socos contra o coronel.
A "turma-do-deixa-disso" entrou em ação e o entrevero acabou ali. Segundo Aluísio, o major cometeu crime de insubordinação.

video
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário